Acessórios

Fire TV Stick Lite: controle da Amazon transforma TV normal em smart

Fire TV Stick Lite

Para quem busca praticidade na hora de pensar em economia de tempo e dinheiro, a Amazon acaba de lançar uma novidade quando o assunto é tecnologia. No mercado desde o final de setembro, a nova versão do controle remoto Fire TV Stick chega com muito mais recursos para transformar sua TV normal em smart.

O dispositivo que chega como concorrente direto ao Chromecast, Roku e Apple TV desembarca no mercado brasileiro com uma proposta inovadora e com preço bem mais acessível aos seus principais concorrentes diretos. Além disso, um de seus diferenciais competitivos está na possibilidade de utilização sem a necessidade de um smartphone.

Com a mesma velocidade que os gadgets são inseridos em nossa rotina de consumo, este aparelho traz uma proposta mais ampla.

[content-egg-block template=offers_list groups=”Fire TV Stick Lite”]

Quando comparado à versão anterior, ele oferece maior qualidade de imagem uma vez que o novo dispositivo reproduz conteúdos com resolução em Full HD com 60 frames por segundo, além da tecnologia HDR (High Dynamic Range), que consiste em maior qualidade de brilho e contraste na tela durante a exibição da imagem.

A exemplo da versão inicial, o controle pode ser facilmente instalado em qualquer TV ou monitor que tenha pelo menos uma entrada em HDMI. Sua memória interna de 8GB permite a instalação de vários apps, dando acesso a aplicativos como Prime Video, Prime Music, YouTube, Netflix, Spotify dentre outros.

Esta versão traz uma economia de 50% no consumo de energia se comparada à versão de 2017. Ela é feita com materiais recicláveis e seu consumo é moderado quando está inativo.

Acionamento por comando de voz

Uma das principais novidades da versão mais recente do Fire TV Stick Lite está na possibilidade de o seu acionamento ser através de comando de voz.

No modelo 2020, o controle remoto lite por voz Alexa traz um microfone integrado que permite ao usuário controlar o assistente da Amazon. Entretanto, esta versão está sendo vendida apenas nos Estados Unidos.

Com base neste recurso, o usuário pode acionar a Alexa para dar início à exibição de um conteúdo, assim como fazer pesquisas ou mesmo interagir com outros dispositivos inteligentes da casa. Ele só não permite ligar ou desligar estes aparelhos que estejam conectados.

A interface do Fire TV Stick Lite é intuitiva. Deste modo, a pesquisa na tela é feita de forma rápida catalogando todos os apps de streaming instalados. Este recurso permite ganhar tempo uma vez que o usuário não precisa entrar em cada aplicativo para procurar pelo conteúdo desejado.

Assim sendo, será possível personalizar o dispositivo para casas com vários usuários. Cada um poderá ter seu perfil exclusivo, contendo seus aplicativos e conteúdos favoritos.

Fire TV Stick Lite

PIP de cara nova

Em 1983, a Philips inovou oferecendo nos seus modelos a função PIP, dividindo a tela para que dois canais pudessem ser exibidos simultaneamente. Quem é apaixonado por televisão vai lembrar sobre este recurso. Saiba mais sobre a história da TV e como este aparelho revolucionou a comunicação em nosso país.

Muita tecnologia surgiu depois daquela época e o controle Fire TV Stick Lite não poderia deixar de fora esta inovação. Ele também permite que a tela seja dividida para que dois conteúdos também possam ser exibidos.

Por dentro do novo Fire

Não existe muita diferença visual entre as duas versões do Fire TV Stick Lite da Amazon. As dimensões são equivalentes: 86mm x 30mm x 13mm, aproximadamente. O peso em torno de 32g também não se difere do modelo anterior.

O dispositivo tem um cabo para conexão HDMI, um cabo USB e o controle remoto. Nesse sentido, podemos dizer que a função com acesso à Alexa é a principal diferença entre as duas versões do produto.

A versão mais nova traz um processador quad-core e promete uma velocidade estimada em 50% acima sobre a primeira versão. Além da velocidade, a composição do novo dispositivo garante melhor qualidade na exibição da imagem.

Uma das vantagens de conectar o aparelho à TV é que ele só começa a funcionar quando ela estiver ligada, fato que permite menor consumo de energia.

O start é bem rápido quando feito o acionamento.

Outra versatilidade do dispositivo é sua capacidade de pareamento com outros integrantes do ecossistema da Amazon como Amazon Echo, Echo Dots e Echo Show, sendo este último comercializado apenas nos Estados Unidos.

A conexão wi-fi dual-band consegue captar o sinal tanto na frequência 2,4 GHz, que tem como característica ser menos veloz, porém com mais estabilidade, quanto na 5 GHz, mais veloz e com alcance limitado. Quando utilizado na função Bluetooth, a frequência de captação oscila entre 4.1 e 5.0.

Recursos de navegabilidade

Feita a configuração, aprece na tela a página inicial da Amazon Fire TV. Logo depois, o usuário pode acessar as plataformas de streaming, jogos e outros aplicativos disponíveis.

Na página Categorias, esses apps aparecem separados de acordo com a preferência de quem navega. Como o dispositivo não precisa de uso de um smartphone, estes aplicativos podem ser acessados mesmo que não estejam baixados no celular.

A navegação é feita pelo controle remoto de forma intuitiva. Fica a critério do usuário baixar ou não um aplicativo para Android e iOS para simular estes comandos de interface.

Não é função obrigatória, mas uma alternativa principalmente para quem, por exemplo, costuma usar o teclado QWERTY na função de buscas. Dessa forma o sistema operacional é bem simples, onde é utilizada uma versão do Android adaptada pela Amazon.

Considerações finais

Apesar de o recurso Alexa estar disponível temporariamente apenas para as versões vendidas nos Estados Unidos, a tendência é de que brevemente todos possam usufruir dos mais variados recursos desta nova versão do dispositivo criado pela Amazon. Em suma, ele associa preço, praticidade e recursos para conquistar este consumidor exigente.

Convém lembrar que sendo um adaptador para converter uma TV convencional em uma TV com funções Smart, seus recursos são aplicados também na qualidade da imagem que vai ser gerada.

E ainda que a tecnologia pareça uma corrida de velocidade contra o tempo, o Fire TV Stick Lite, com toda certeza, pode ser comparado a um carro de corrida que acaba de ganhar uma versão tecnológica para a nova temporada.

Deixe seu Comentário